Cálculos da periculosidade já estão na Justiça do Trabalho

14 de Fevereiro de 2017 às 14:00

 

Depois de seis meses de pura enrolação, a Cemig, enfim, cumpriu a determinação e juntou ao processo que corre na Justiça do Trabalho a relação de trabalhadores e os cálculos com a diferença que cada eletricitário tem a receber de periculosidade.

Agora, de posse das informações, o departamento jurídico do Sindicato está analisando minuciosamente os cálculos. Se houver divergências de valores, a Justiça do Trabalho indicará um perito para a elaboração de novos cálculos.

Vale lembrar que a medida é uma execução provisória, apenas para adiantar a apuração dos valores e que o processo está em grau de recurso no Tribunal Superior do Trabalho.

Quem tem direito

A ação beneficia os eletricitários da base territorial do Sindieletro que receberam periculosidade no período de 12 de dezembro de 2009 até 12 de dezembro de 2012. Só terá direito eletricitários que não tenham ação judicial individual, ou que não foram substituídos pelo Sindicato em outras ações sobre a periculosidade.

O trabalhador que nunca teve ação e enquadra-se nos requisitos (recebimento da periculosidade e período) deve procurar o sindicato, pelo telefone (31) 3238.5000, para saber se está incluído na listagem. Caso não esteja, deverá encaminhar os contra cheques de dezembro de 2009 e no mínimo dois demonstrativos de 2010, 2011 e 2012 (referentes a dois semestres de cada ano).

A documentação não deve ser encaminhada por e-mail e sim via malote ou pelo Correios para a sede do Sindieletro em Belo Horizonte ou para as sub sedes regionais do Sindicato.

Rua Mucuri, 271 , Bairro Floresta, Belo Horizonte MG, CEP: 30.150.190
31 3238-5000