Esclarecimentos sobre a contribuição sindical

07 de Fevereiro de 2017 às 08:50

Os eletricitários (as) já começaram a receber da Cemig os boletos para o pagamento da contribuição sindical aos sindicatos profissionais. O pagamento, no entanto, não é obrigatório e caso o trabalhador (a) opte por não fazê-lo, o valor será destinado ao sindicato de base da categoria.

No caso da Cemig, é o Sindieletro que faz a representação de base de mais de 80% dos eletricitários da empresa - sejam eles da ativa ou aposentados - em lutas como a do PCR, da PLR, nas Campanhas Salariais, na defesa do Seguro de Vida e por melhorias na Cemig Saúde e Forluz.

Todo esse trabalho, é claro, gera despesas. Por isso, contamos com o apoio dos trabalhadores (as) para fortalecer essa luta que é de todos. Faça sua opção consciente de que há 65 anos sempre buscamos fazer o melhor pela categoria eletricitária.

Memória das conquistas(Foto)

PLR: Os trabalhadores da Cemig foram os primeiros do setor elétrico brasileiro a conquistar um acordo de PLR. Isso foi em 1995 após greve fome com participação de quatro diretores do Sindieletro.

6 milhões para fundo social: Em janeiro de 2016 no fechamento do acordo específico da Cemig Saúde garantimos da Cemig o repasse de R$ 6 milhões para o Fundo Social (FCAS). O Sindieletro foi o único sindicato que apresentou essa pauta.

Aumento real em julho 2016: Somente o Sindieletro questionou a verba não aplica do PCR em 2007, mas todos ganharam o aumento graças a uma ação judicial do Sindicato. Após negociação, em julho de 2016, todos os trabalhadores da Cemig- do ferramenteiro à secretária e engenheiro, de norte a sul- receberam 1% de aumento.

Fortaleça quem está sempre presente na defesa dos seus direitos!

Rua Mucuri, 271 , Bairro Floresta, Belo Horizonte MG, CEP: 30.150.190
31 3238-5000