MP 739 ataca o auxílio-doença e aposentadoria por invalidez

05 de Agosto de 2016 às 09:40

A MP 739/2016 promove alterações no auxílio-doença e aposentadoria por invalidez e, segundo o advogado Rivadavio Guassú, em artigo no portal Migalhas, as mudanças propostas são “maléficas no plano de benefícios da Previdência Social (Lei nº 8.213/1991), representando grande ataque aos direitos sociais duramente conquistados pelos trabalhadores.”

“Sob o discurso da necessidade de equacionar as contas da Previdência, supostamente deficitárias, e de combate ao recebimento irregular de benefícios, o governo interino pretende, dentre outras medidas, revisar os benefícios auxílio-doença e aposentadoria por invalidez concedidos administrativa e judicialmente há mais de dois anos, através da convocação dos segurados para a realização de nova perícia médica”, acrescenta Guassú.

A MP altera a Lei 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social, e institui o Bônus Especial de Desempenho Institucional por Perícia Médica em Benefícios por Incapacidade.

O texto limita o pagamento do auxílio-doença a quatro meses, e prevê que o aposentado por invalidez possa ser convocado a qualquer momento pelo INSS para nova perícia.
Tramitação.

A matéria aguarda designação de relator, na comissão mista que analisa a MP 739, que está sob a presidência do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).

Fonte: Diap

Rua Mucuri, 271 , Bairro Floresta, Belo Horizonte MG, CEP: 30.150.190
31 3238-5000